Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após pedido da OMS, China analisa nova investigação sobre origem do vírus da Covid

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, disse hoje que o assunto está sendo discutido pelas autoridades do país
Após pedido da OMS, China analisa nova investigação sobre origem do vírus da Covid
Reprodução/Janis Mackey Frayer/NBC/Twitter

A China está analisando um pedido da OMS para realizar uma nova investigação sobre a origem do vírus da Covid. 

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, disse hoje, em entrevista coletiva, que o assunto está sendo discutido pelas autoridades do país e ressaltou que qualquer decisão sobre a sequência das apurações deve ser tomada de forma consensual entre todos os países membros da Organização Mundial da Saúde.

Na quinta (16), o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, disse que a China precisa cooperar mais com a investigação sobre a origem do novo coronavírus, cujos primeiros casos foram identificados em Wuhan em dezembro de 2019. Em março, ele já havia reclamado publicamente do país, que teria se recusado a disponibilizar dados sobre a origem do vírus da Covid

A tese de que o vírus teria vazado de um laboratório ganhou força nos últimos meses depois que um grupo de cientistas publicou uma carta na revista Science citando a falta de informações confiáveis sobre a origem do novo coronavírus e pedindo uma nova investigação. Nessa direção, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, solicitou às agências de inteligência do país no final de maio um relatório sobre o tema. Foi definido um prazo de 90 dias para a conclusão da apuração.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO