Após protestos, presidente do Irã pede ‘unidade’

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, discursou no 39º aniversário da Revolução Islâmica e pediu “um ano de unidade”, em que “conservadores, reformistas e moderados estejam juntos”.

O pedido por unidade vem na sequência de uma onda de protestos contra o regime dos aiatolás, que deixou mais de 20 mortos no início deste ano –sem falar das mulheres presas em Teerã por ousarem tirar o véu em público.

No quadro político iraniano, Rouhani é considerado moderado. Há o risco de ele perder espaço para a linha-dura do regime, ainda mais repressiva.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Igor disse:

    É prenuncio do que será considerado crime pelos artífices da “Nova Ordem Mundial”. O que será crime na Nova Ordem Mundial? Por exemplo : A Nova Ordem não considera ser criminoso que os familiares de determinado chifrudo matem a pedradas uma mulher por ela fazer sexo com um ou com uma amante e considera crime uma mulher mostrar seus cabelos em publico. É simples assim!

Ler comentários
  1. FB disse:

    Os aiatolás pedem união por que estão prestes a cair!

  2. Danir disse:

    Quando é para perpetrar ações terroristas, eles se matam, explodindo inocentes. Porque eles não usam esta capacidade de se matar por uma causa, para sanear o governo tirânico? Afinal é mais justo do que ficar matando crianças no resto do mundo.

  3. Alá lá Ô disse:

    Não vai demorar para os aiatolás falarem em pacificação, em coalizão de partidos...acho que já vi essse filme. A diferença é que povo lá não é frouxo e não idolatra sofás

  4. Ticu Soares disse:

    Moderados são sempre os mais atacados. São atacados por celerados de direita e por celerados de esquerda.

  5. Bolsonaro é autocrata disse:

    A vida é dura, tanto lá como cá, são os radicais que gritam mais alto, porém, no dia da votação...