ACESSE

Após retirada americana, Turquia bombardeia curdos na Síria

Telegram

Caças turcos bombardearam milícias curdas na província de Al-Hasakah, no nordeste da Síria, nesta segunda-feira, noticia a Crusoé.

O presidente turco, Recep Erdogan, fez um anúncio público dizendo que conversou pelo telefone, na noite de domingo, com Donald Trump. No diálogo entre os dois, ficou acertado que Trump retiraria as tropas americanas do norte da Síria para que a Turquia pudesse atacar as milícias curdas que lutaram ao lado dos americanos contra o grupo terrorista Estado Islâmico e os soldados do ditador Bashar Assad. Em troca, os turcos se responsabilizariam pelos prisioneiros do Estado Isâmico que foram capturados.

Com a saída dos americanos, combinada pelo telefone com Erdogan, os turcos já estão à vontade para atacar os curdos e ganhar influência na Síria, mostra a Crusoé. Leia:

Após retirada americana, turcos bombardeiam curdos na Síria

A estreia de Ana Paula Henkel como colunista da Crusoé. Leia mais

Comentários

  • Heitor -

    Mundo cão

  • Marcelo -

    Não há nada que preste nesse Trump! É egoísta, maluco, anti-ético e desumano. Que ingratidão com os curdos, os mais combativos e decisivos no aniquilamento do Estado Islâmico! Ordin@rio!

  • George -

    Parabéns Trump👏👏. Agora os EUA já podem intervir na Venezuela para tirar na porrd@ o petéba Maduro.

Ler 15 comentários