ACESSE

Aprovação de presidente do Chile volta ao baixo patamar de antes da Covid-19

Telegram

A aprovação do presidente do Chile, Sebastián Piñera, subiu de 12% para 30% com o início da pandemia do novo coronavírus no país, em março.

Mas a percepção positiva com o governo já se desfez, e a aprovação de Piñera despencou novamente para 12%. Uma das explicações é a resistência do governo em permitir que as pessoas antecipassem um saque de 10% de seus fundos privados de aposentadoria durante a pandemia.

Leia AQUI a reportagem de Duda Teixeira na Crusoé.

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

  • LEANDRO -

    Corruptos em ação. O chefão das rachadinhas e milicianos e Ciro Nogueira q já deveria estar preso há tempos. Pobre povo analfabeto manipulado por esses pulhas. Moro22

  • Angelo -

    Esta é a prova que governos que distribuem dinheiro sobem nas pesquisas de aprovação e aqueles que não são benevolentes caem na sua aprovação popular, ex. Lula, Bolsonaro

  • Lima -

    Lembrando que Piñera é de direita.

Ler 7 comentários