Aprovação de Trump sobe e vai a 52%

Pesquisa da Rasmussen Reports nos EUA mostra que a aprovação de Donald Trump no país está em 52%, o maior índice dos últimos 23 meses.

O dado surpreende porque, no meio do mandato, a aprovação aos presidentes nos EUA costuma ser baixa.

Leia a reportagem de Duda Teixeira em Crusoé:

Aprovação de Trump sobe e alcança 52%

A Ditadura de Esquerda de Maduro Por Um Fio: Acompanhe de Perto a Luta pelo Controle da Venezuela Leia aqui!

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 154 comentários
  1. Simples, o governo dele esta gerando empregos e levando o USA para frente, além de que o povo esta pegando nojo da mídia esquerdista, a lógica é a seguinte: Se a mídia fala mau, é porque o cara

    1. Se não fosse o ex-PSOL, pau-mandado sabe-se lá por quem, ter enfiado a faca na barriga dele, hoje ele estaria comandando sozinho tranquilamente.

  2. O globalismo está ruindo. Movimentos nacionalistas pipocam na Europa, UE não se sustenta, bolivarianismo rechaçado na AL, mudanças geopoliticas interessantes ocorrem. O mundo está mudando.

    1. Isso mostra claramente o nível rasteiro e tendencioso dela. Acreditar nessa gente é tão difícil qto acreditar em Papai-Noel .

  3. Não adianta a imprensa ficar o dia todo criando fofocas e atacando o Trump na maior desfaçatez possível. O povo percebe a diferença entre o q faz o q precisa ser feito daquele q é só papo furado

  4. a esquerda faz uma campanha sordida contra o trump(vide cnn/nyt). Dai a economia do USA esta bombando, acabou com o ISIS, apontou a imigração ILEGAL como problema a ser enfrentado. O povo entendeu

    1. 52% ele deve ter hoje apenas na Califórnia(reduto q era tradicionalmente contrário), no resto do país ele tem muito mais do q isso. Tenho certeza!

  5. A esquerda está enlouquecendo! Trump, nos EUA, Emmanuel Macron, na França, Bolsonaro no Brasil, Macri, na Argentina, Inglaterra um esteio sempre e tantos mais! Perigo de suicídio coletivo a vista!!

    1. voce errou feio no emanuel. Digite no youtube “yellow vest”. O EM. foi um jeito que deram para a Marine Le Pen não ganhar (naquela eleição), como o Gustavo escreveu abaixo.

  6. Os democratas terão a maior derrota da história nas próximas eleições presidenciais, eles entraram em uma espiral de autodestruição dos valores americanos, apoiam o assassinato de bebês…

    1. …apoiam tráfico de mulheres e crianças na fronteira, muitas são estupradas no caminho, apoiam o tráfico de drogas na fronteira, tem 3 congressistas que querem a destruição de Israel…

  7. O povo americano ta caindo na real com o radicalismo do partido democrata.Ou he Trump ou vai ser o SOCIALISMO como eles ja anunciaram q pretendem implementar.Ocasio-cortez he a menina propaganda dele

    1. gosto dos dois mas tenho que concordar com o Igor. Temo que o Bolsonaro não vá ser tão revolucionário como esperávamos. Aliás, se fosse político, já estaria me posicionando à direita do Bolso

    1. Sergio, cada estado tem sua lei particular de como votam os “ellectors” no “electoral college” na eleição para presidente. Seja como for, concordo que Mr Trump vai ser reeleito sim.

    2. 100% certo ,pois nos estados,o vencedor leva todos os votos do colegiado (os 29 da Flórida por exemplo).Um turno e nada mais.

  8. A esquerda está tão escrota nesses lances de aborto, infanticídio e fronteiras abertas, que vão entregar a reeleição pro Trump e pros seus sucessores republicanos por muitos e muitos anos.

    1. o desespero está fazendo os democratas irem para a esquerda radical. Como a grande maioria da população americana é “fair minded people”, a esquerda democrata vai perder poder.

    2. Sem falar nos antissemitas eleitos recententemente pelos democratas, tem duas congressistas lá que já estão afiando as garrinhas pra propor leis baseadas na sharia…

    1. se tem. Os dois estados mais populosos são democratas: California e New York. Felizmente, para equilibrar, os “fouding fathers” criaram o “electoral college”.

  9. 100% de acordo com Trump (e parece que Bolsonaro vai no caminho correto da política internacional).Saída das CRIMINOSAS ONU,FMI,fim do BRICS;negociações só bilaterais com todos os países.

    1. Falarão nada, acabei de fazer uma pesquisa para compartilhar a noticia, mas só encontrei manchetes negativas sobre a popularidade do Trump.

  10. O sistema está ridículo, basta pesquisar “aprovação de Trump”, que os resultados serão 90% negativos, todos com manchetes sensacionalistas. Depois os senhores não entendem a revolta dos consum

  11. Let’s go TRUMP!!! Four More Years…Four More Years. TRUMP – PENCE 2020. Mas depois daquele discurso BRILHANTE não sei como a APROVAÇÃO não foi a 70%. Acho que esse PATAMAR só depois do MURO

    1. Quando TRUMP falou que a AMERICA nunca seria SOCIALISTA e que Grandes Nações não LUTAM Guerras Eternas. Até a Nancy Pelosi e os Democratas tiveram que APLAUDIR de pé. Foi muito EMOCIONANTE

    2. A aprovação de Trump na redação do Projaquistão é de 2% (tem um estagiário que curte ele) e na Folha é de 4% (Tem um admirador faxineiro). No sindicato dos metalúrgicos do ABC é de 0,35%.

    3. Sem falar na ECONOMIA de trilhões de dólares que conseguirá com a saída das Forças Armadas da Síria e Afeganistão. Fez o NOVO NAFTA, conseguiu enfrentar a CHINA que teve QUEDA nos últimos 2 an

    4. TRUMP tem o melhor Início de um Presidente da HISTÓRIA. Maior QUEDA de IMPOSTOS, conseguiu o PLENO EMPREGO (menor taxa de Seguro Desemprego da história) reduziu DRASTICAMENTE a criminalidade

  12. Trump,contruir “Muro”ao sul não dá muito certo,tem que ser “Muralha”tipo da CHINA e manter uma guarda pretoriana em cima.PS: Não esqueça de um Equipamento para verificar o subsolo,VIU?Good luc

    1. Paula, acho que no nosso caso acho que nem precisaremos de muro, se o Brasil decolar os vizinhos aderem. Nossa economia é maior do que a deles juntos…

    2. E ele está correto. Abaixo a política de Obama que abriu as fronteiras dos EUA para qq um. E pena que o nossa área de fronteira terrestre é tão grande que não dá para fazer um MURO.