Argentina quer reduzir maioridade penal para 15 anos

A ministra de Segurança da Argentina, Patricia Bullrich, confirmou hoje a criação de um projeto de lei para reduzir a maioridade penal para 15 anos em caso de “crimes graves”, registra o G1.

A proposta do governo de Mauricio Macri será apresentada na próxima sessão extraordinária do Congresso, que deve acontecer em fevereiro. No país, a maioridade penal já é de 16 anos.

A ministra afirmou ainda que a redução da idade a partir da qual um indivíduo responde como adulto perante a lei será acompanhada de um “regime socioeducativo”, para impedir que os adolescentes presos “avancem na carreira delitiva”.

O último golpe de Eunício Oliveira. No seu bolso. Leia mais

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 54 comentários
  1. Sem essa, d maiorid/e, o crime deve ser analisado segundo o grau de barbarie, planejamento, intenção, consequncia à vitima, s/ essa de bolsa aux preidiario: aux. aos manos! F## esses dir hum

  2. Além da redução da maioridade penal, está na hora de discutirmos pena de morte e trabalhos forçados para presos. E quem não quiser trabalhar, que a família pague os custos da prisão.

  3. Um modo interessante de pensar, porém o foco na idade é errado. Deveria ser no reconhecimento por parte do individuo da gravidade de suas ações. Creio que na Inglaterra é assim.

  4. Crime cruel = pena máxima sem possibilidade de progressão. Se for abaixo de 15 = internação em hospital psiquiátrico por tempo indeterminado, mas pelo menos até 21. Vítimas e médicos…

  5. Medida socioeducativa para esse tipo de bicho é trabalho físico extenuante – e remunerado – por 12 horas diárias, sem dias de folga. Não sobra um Joule de energia muscular para fazer o Mal.

  6. Problema não e a idade sim no crime,tem moleque com 13 praticando crimes mais crueis que os de 16,17, , tem muitos novos sem recuperação!Importante educar maciçamente os novinhos para não desv

  7. Enquanto isso, aqui, a pauta da segurança e costumes foi tracada pela pauta da reforma da previdência, matéria que foi marginal na campanha. O que os bancos querem, eles conseguem na velha polític

  8. Se por lá, onde os índices de criminalidade são infinitamente inferiores, quer-se reduzir para quinze o que já é dezesseis, aqui nessa balbúrdia pode-se reduzir para catorze sem receios.

  9. Tem que colocar ainda esse ano para votar no SENADO, já que na CÂMARA foi aprovado pelo Eduardo Cunha a redução da maioridade para 16 anos para CRIMES HEDIONDOS e reincidentes de outros CRIMES

    1. Deixando CLARO que o “menor infrator” irá responder em Casa de Detenção para Adolescentes até completar 18 anos quando irá ingressar no Sistema Penitenciário Comum. Falta só CORAGEM para faze

  10. A proposta do Bolsonaro nesse assunto é baixar pra 1 ano a idade, 17 no caso. Pro bozo “nada passa” e tudo se resolve alterando 1 ano… uma vergonha essa frouxidão do capitão.

    1. Vai ter todo o desgaste, a batalha no Congresso e na Mídia para reduzir só 1 ano? Ou reduz para 16 para CRIMES HEDIONDOS e REINCIDENTES de outros CRIMES ou deixa a ESQUERDA continuar mandando

    2. Mudar a princípio de 18 para 17 pode ser um teste para ver o funcionamento das duas casas Congresso e Senado.

    3. A alteração da lei penal NO Brasil não pode ser feita com uma canetada presidencial… tem que mexer na CF (aqui no Brasil) pra isso ser possível..

    4. Thiago vc é inteligente, mas não seja desrespeitoso… Concordo, é tenho dito, q nossa situação é gravíssima. Protelar, remediar em pequenas doses, não resolverá. Vamos aguardar o tempo…

  11. Cuidado com os argentinos.A boluda decerto quer mandar os criminosos juvenis dela pra nos,os macaquitos como nos chamam.Ernesto tem q dar um basta nos boludos q se aproveitam de nos.

    1. Seria uma boa alternativa a EMANCIPAÇÃO AUTOMÁTICA de Menores de Idade que cometessem CRIMES HEDIONDOS ou que fossem REINCIDENTES de outros CRIMES, respondendo pelo Código Penal como adulto

    2. Excelente sua sugestão de projeto de lei. Criminosos, facínoras perigosos não podem se esconder e se proteger dentro do ECA.

    1. Vao la em SC no verao e vejam como eles tratam os brasileiros.Tem q isolar essa raca os argentinos odiados no mundo inteiro.Argentino he sub-raca q se acha.