Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Argentina volta ao ataque contra o FMI

O ministro da Economia do país, Martín Guzmán, disse que a instituição emprestou dinheiro ao governo de Mauricio Macri porque tinha interesse político
Argentina volta ao ataque contra o FMI
Foto: Divulgação, Casa Rosada

O ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, assumiu o posto em dezembro de 2019 com a missão de conseguir renegociar a dívida com o Fundo Monetário Internacional, o FMI, diz a Crusoé. Apesar de não ter experiência em governo, ele tinha uma longa passagem acadêmica em renegociação de dívidas e desenvolvimento.

 

“A Argentina conseguiu um acordo com os credores privados em agosto do ano passado, mas ainda falta fechar um acordo com o próprio FMI. As conversas ainda prosseguem, mas devem ficar menos amistosas daqui em dianteNo domingo, 24, Guzmán afirmou durante um debate em Buenos Aires que a instituição emprestou dinheiro ao governo de Mauricio Macri, em 2018, porque tinha interesse político.”

Leia mais aqui. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....