Assessora de Biden quer cientistas, e não indicados políticos, na comunicação sobre Covid-19

Assessora de Biden quer cientistas, e não indicados políticos, na comunicação sobre Covid-19
Divulgação/Celine Gounder

Uma integrante da força-tarefa de Joe Biden para a Covid-19 defende que cientistas federais, e não indicados políticos de alto escalão, assumam o trabalho diário de informar ao público sobre a pandemia.

A reportagem foi publicada nesta quinta (19) pelo site especializado Stat News, o mesmo que revelou em setembro a suspensão dos testes da vacina produzida pela AstraZeneca com a Universidade de Oxford.

Celine Gounder, especialista em doenças infecciosas, destacou o trabalho de duas funcionárias de longa carreira no Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês): Anne Schuchat e Nancy Messonnier.

Elas apareceram em ‘briefings’ à imprensa no começo da pandemia mas depois deixaram de fazer aparições públicas frequentes.

Nancy Messonnier deixou o presidente Donald Trump furioso ao dizer que a Covid-19 causaria “graves” perturbações à vida dos americanos.

A proposta de Gounder é bem diferente do que fez o atual governo. Trump deixou os cientistas federais de lado em favor de indicados políticos, como o vice-presidente Mike Pence, chefe da força-tarefa para a pandemia em seu governo, e o secretário de Saúde, Alex Azar. Depois, abandonou completamente os ‘briefings’ diários.

Joe Biden assume o cargo em 20 de janeiro.

Leia mais: A melhor vacina contra a desinformação é assinar o Antagonista +.
Mais notícias
TOPO