Ataques a mesquitas afegãs matam ao menos 59

Dois ataques a mesquitas do Afeganistão hoje, dia de orações para os muçulmanos, deixaram pelo menos 59 mortos.

Numa mesquita xiita em Cabul, um homem-bomba se explodiu, matando 39 pessoas, incluindo mulheres e crianças, e ferindo ao menos 45.

No segundo atentado, numa mesquita sunita da província de Ghor, no centro do país, outro homem-bomba deixou pelo menos 20 mortos e 10 feridos.

Nenhum grupo assumiu a autoria.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 4 comentários
  1. O terrorismo islâmico não é preconceituoso:
    Eles atacam a si mesmos e a todos os outros….
    Mataram mais de 300 na somália, estupram roubam e matam na Europa e nos EUA…
    Tá certo o Trump em construir o Muro e fazer barreiras imigratórias.

  2. Daqui a pouco algum idiota virá aqui escrever que muçulmanos também morrem em atentados e talvez seja esse feito por cristãos, não idiota, ainda não chegamos nesse ponto, ainda, mas a reação na mesma medida mais cedo ou mai tarde virá. O atentado é mohamed matando mahamed, afinal, eles tem suas divisões, uns quer aclamar Maomé mais que os outros.

    1. Na Europa grupos cristãos e católicos se preparam para a necessidade de novas Cruzadas… hora de chamar os Templários e todos os outros que botaram o Islam no seu lugar no passado.