Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Atentado mata ao menos 14 no Peru a duas semanas do 2º turno

Atentado mata ao menos 14 no Peru a duas semanas do 2º turno
Foto: Presidencia Perú

Um atentado no domingo (23) à noite matou pelo menos 14 pessoas, incluindo mulheres e crianças, num bar em San Miguel del Ene, na região conhecida como Vraem (vale dos rios Apurímac, Ene e Mantaro) no interior do Peru.

O presidente peruano, Francisco Sagasti (na foto), condenou as mortes e ordenou o deslocamento de forças extras do Exército para a região.

O ataque acontece a duas semanas do segundo turno das eleições presidenciais no país, marcado para 6 de junho, em que se enfrentarão o sindicalista Pedro Castillo e a ex-deputada Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto Fujimori.

Segundo as Forças Armadas peruanas, o atentado foi obra do Sendero Luminoso —guerrilha de esquerda desarticulada nos anos 1990, mas que ainda tem células ativas no país, informa a Folha.

A campanha de Castillo tem assessores ligados ao Movadef, considerado o braço político do Sendero Luminoso. Alguns, assinala o jornal, “já estiveram presos por ligação com ações consideradas terroristas pela Justiça”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO