Atropelamento em Londres

Um homem invadiu de carro a calçada e atropelou pedestres que estavam do lado de fora do Museu de História Natural em Londres, neste sábado, deixando várias pessoas feridas, segundo a Polícia Metropolitana, que deteve o motorista.

Conhecida como Exhibition Road, a região é repleta de museus famosos.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Essa mérd_a nao tem mais fim. Os ingleses estao ficando passivos como os brasileiros, que convivem com 60 mil mortes anuais como se nada estivesse acontecendo.

  2. Ler mais 27 comentários
    1. Essa mérd_a nao tem mais fim. Os ingleses estao ficando passivos como os brasileiros, que convivem com 60 mil mortes anuais como se nada estivesse acontecendo.

      1. Se não for um mohamed mal agradecido qq deve ser do PT,são eles q ACOITAM terrorista né fio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    2. Os Europeus chegaram a um nível de civilidade ótima (ou ideal), acharam chato ou enfadonho e, então, abriram mão disso. Deixemos que escolham, em “paz”, o seu futuro.

    3. Frase do Geddel Vieira Lima na prisão: “…não sei mais o que fazer pra sair daqui”. É mais do que uma frase, é um pensamento majoritário de todos os políticos e empresários corruptos que estão ou serão presos. Eles têm a certeza da impunidade eterna. É só olhar para o lado e ver que Roger Abdelmassih está livre como um pássaro, vivendo a vida adoidado na sua mansão suspensa em bairro nobre de São Paulo. Se Abdelmassih está solto, por que eu estou preso? Cadê os outros? como dizia aquele célebre personagem do Jô Soares. Geddel, em mais uma operação mercantil com ministros do STF, logo logo será mais um a circular livremente por Salvador. Zé Dirceu, Mantega, Abdelmassih, Lobão, Padilha, Aécio, Kassab, Haddad… estão todos soltos!

    4. Um desajustado invade uma creche, incendeia e mata inocentes … INOCENTES…
      Uns matam dirigindo, outros esfaqueando, outros explodindo, outros atirando,outros incendiando… Não importa. Todos eles têm uma motivação mas só as mortes de lá são consideradas terrorismo. E as de cá?

      1. Sonia Maria Santos, ninguém aqui “acha bom” um ato de terrorismo, tampouco endossa a canalhice de quem aproveita ataques terroristas para tentar desarmar cidadãos (o que não é o nosso caso, já devidamente desarmados).

    5. “Conhecida como Exhibition Road, a região é repleta de museus famosos, como Science Museum, o Victoria e o Albert Museum.”
      .
      .
      Victoria and Albert é um museu só, mais conhecido como V&A. Consertem isso aí!

    6. E os obstáculos nas vias e calçadas???
      Tem que implementar estes elementos que dificultam a invasão de calçadas por carros!!!

      1. Os traficantes tem sua própria lei. É como se fossem pequenos governos ditatoriais. Quem não obedece a lei imposta morre(parecem até algumas ditaduras esquerdistas por aí). Resta punir quem os financia, pois é ali que está o dinheiro. Que no final serve para comprar as armas, as facas, os automóveis, etc

      2. Antonio Azevedo, se armas existem para matar, por que seguranças andam armados? Além disso, não é incrível que apesar de não terem sido projetados para matar os automóveis matem mais do que as armas? Será que é porque tem um ser humano por trás de cada um?

      3. É isso aí Renato!!!!Como tem boçal comentando!!!!É por isso q esse país não vai sair do buraco nunca!!!Essa babaquice de misturar alhos com bugalhos,de ser metido a pacifista,de ser compassivo com marginal e pouco se lixar pra vítima!!Até parece q traficante está esperando pra comprar arma legalizada!!!KKKKKKé muuuuita burrice!!!Agora se todo cidadão honesto pudesse ter sua arma LEGALIZADA para pode se defender,os marginais iriam pensar 1000 xxxx antes de atacar alguém!!!O RESTO É VIADAGEM de VICIADINHO!!!!!!

      4. Quem falou em “traficante carioca”? Como é que “fica parecendo” algo que nem foi dito? Mas tudo bem, vamos lá: traficante não precisa de facilidade nenhuma, o sistema em que vive o traficante é outro, com regras próprias; quem precisa de facilidade é o cidadão. O que a “lógica recheada de ironia” quer ressaltar é que nessa hora trágica nenhum vagabundo defensor de desarmamento fala nada a respeito, justamente porque não estão interessados em segurança nem em prevenção de crimes mas em desarmar para escravizar (de Stalin e Hitler a Maduro TODOS fizeram isso).

      5. Seguindo a sua lógica recheada de ironia, fica parecendo que os traficantes cariocas alimentam a guerra do tráfico com automóveis e não fuzis. Agora eu te digo: imagina se o traficante carioca pudesse comprar fuzis baratos na loja da esquina…

    7. ///////////////////////////////////////////////////////////////////////
      PELO DESCARREAMENTO MUNDIAL!!!
      ///////////////////////////////////////////////////////////////////////

    Os comentários para essa notícia foram encerrados.