Autor de massacre no Texas se matou, diz polícia

Devin Kelley, o homem que matou pelo menos 26 pessoas na Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs (Texas) no domingo, se suicidou após perseguição, disse a polícia.

Segundo o chefe de polícia Joe Tackitt, houve troca de tiros durante uma perseguição, e o carro do assassino bateu. Quando os policiais foram render Kelley, ele já estava morto –aparentemente, disse ele, por um “disparo autoinfligido”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 16 comentários
  1. O atirador não se matou. Ele foi morto por um civil armado.
    Que doce ironia.
    O civil armado é membro e ex-instrutor da NRA – National Rifle Association.
    A ironia fica mais doce ainda.

    1. Grande barrigada do ANTAGONISTA que nao esperou o suficiente para receber a informacao correta! Desde ontem as 17 horas ja se sabe o nome do civil e toda a descricao do que realmente aconteceu , quem ajudou e quem atrapalhou .Stephen e’ o primeiro nome

  2. Ele foi morto porque tinha um cidadão ARMADO próximo ao local. Não querem admitir isso pois há uma agenda MUNDIAL para desarmar populações.

    Não preciso falar qual o propósito disso, preciso? Paz mundial? rs rs rs

  3. E se duvidam de mim, leiam a matéria no Washington Post
    https://www.washingtonpost.com/news/post-nation/wp/2017/11/06/investigators-hunt-for-motive-in-texas-church-shooting-as-the-grieving-spans-generations/?utm_term=.977ae2034d66

  4. .
    Por que nunca pegam o terrorista vivo?
    .
    Resposta: porque está tudo dominado para causar o caos, o cara morto nunca aparece morto, nunca aparecem os familiares, nunca aparecem os mandantes, nunca aparece nenhum familiar para falar na televisão e assumir que conhecia. Mostram uma foto de um corpo nunca visto ou remendado com fotoshop, para os otários acreditarem que foi morto. A história é sempre a mesma e a população nada cobra. Por isso são chamados de gado.
    .

    1. Segundo a história de Bat Masterson mais detalhada, êle mandou perto de 30 pistoleiros , bandidos e arruaceiros de sua cidade para o cemitério durante suas várias atividades de caçador, ajudante de xerife, xerife e proteção de seu irmão. Tá faltando um desses , versão 2017 com melhores armas começando pelo rio de janeiro, passando por sergipe, bahia, pernambuco e Brasil afora.

  5. Que chato. Os cowboys aqui do site ja estavam com o discurso pronto de que tinha sido um bravo e intrépido morador de mira certeira que tinha abatido o assassino. O cara que se dispoe a fazer uma porcaria dessas nao esta nem ai pra esse negocio de “gun free zone”. O medo de ser morto por alguem armado nao faz parte dos seus pensamentos naquele momento. Ele ataca onde tem de atacar e pronto. Alias, dizer que uma igreja modestissima de meio metro quadrado é uma “gun free zone” so pode ser piada.

    1. 1. – Pode não ser uma “gun free zone” oficial, mas pessoas não costumam ir à igreja armadas.
      2. – O suicídio pode estar relacionado com a percepção de que as chances de fugir eram pequenas.
      2. – O “cara que se dispoe a fazer uma porcaria dessas” pode não ter medo de morrer mas tem medo de não conseguir realizar o que quer. De qualquer forma o FATO é que quase todos os casos que aparecem na imprensa são em “gun free zones”, seja lá o que pensa o sujeito.