Banco Mundial confirma eleição de Weintraub, sem informar votação

Banco Mundial confirma eleição de Weintraub, sem informar votação
Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) realiza audiência pública com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, para prestar informações sobre problemas na realização do Enem e para tomar conhecimento dos programas a serem implementados pelo Ministério. Em pronunciamento, ministro de Estado da Educação, Abraham Weintraub. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O Banco Mundial confirmou na noite desta quinta-feira que Abraham Weintraub foi eleito pelo grupo de países que inclui o Brasil para o cargo de diretor-executivo no Conselho.

Weintraub deve assumir seu cargo na primeira semana de agosto, e cumprirá o atual mandato, que termina em 31 de outubro de 2020, quando a posição será novamente aberta para eleição.

No comunicado, que já veio com a data de sexta (31), o Banco destaca que “Diretores Executivos não são funcionários do Banco Mundial. Eles são nomeados ou eleitos pelos representantes dos nossos acionistas”.

O comunicado informa que “os registros de voto não são tornados públicos”.

A cadeira 15, na qual Weintraub vai empreender a luta contra o globalismo,  representa Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago. O Conselho Executivo do Banco tem 25 cadeiras.

O Brasil tem poder de voto suficiente na cadeira 15 para eleger Weintraub sozinho. Em tese, ele poderia ser eleito mesmo com a oposição dos outros oito sócios.

O desempenho de Weintraub na reforma do Ensino Médio recebeu nota baixa do Banco Mundial. Duas vezes.

Mais lidas
  1. PDT acusa Bolsonaro de peculato por compra de leite condensado

  2. "A esquerda sabe a verdade"

  3. O bolsonarista Eduardo Cunha

  4. Sobra leite condensado, falta transparência do governo

  5. Justiça Federal suspende distribuição da vacina de Oxford em Manaus

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 38 comentários
TOPO