Basile está certo

Não adianta edulcorar: a França conta com 6,5 milhões de muçulmanos no seu território. A quase totalidade odeia o país que abrigou os seus pais e eles próprios.

É um ódio cultural que nada tem a ver com “reação à islamofobia”. Eles odeiam a liberdade dos franceses.

Conversando com Basile, um romeno que executa serviços de carpintaria na minha casa, eu, Mario, ouvi o seguinte: “Nós da Europa do Leste, assim como os portugueses, viemos para cá para ajudar a construir a França; os muçulmanos vieram para destruir. O pior é que nós é que acabaremos pagando o preço por eles”.

Basile está certo.