Biden acusa Trump e Pence de 'torcerem pela violência'

O candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, respondeu ao discurso da convenção republicana em que o vice-presidente Mike Pence afirmou que os americanos “não estarão seguros nos Estados Unidos de Biden”.

Era uma referência do vice de Donald Trump aos protestos violentos no país após Jacob Blake, um homem negro, ter sido baleado pelas costas em Kenosha, no estado do Wisconsin, no último domingo (23).

“Esses caras estão torcendo pela violência. É disso que se trata”, disse o ex-vice de Barack Obama à CNN. “Para provar o ponto ‘deve-se ter medo de Joe Biden’, eles estão apontando o que está acontecendo nos EUA de Donald Trump”, acrescentou o democrata.

A campanha de Trump e Pence à reeleição investe fortemente em uma mensagem de “lei e ordem”, e os republicanos acusam Biden e os democratas de ser lenientes com o crime e a desordem.

“Na semana passada, Joe Biden não disse uma palavra sobre a violência e o caos que envolvem as cidades deste país. Deixe-me ser claro: a violência deve parar”, declarou o vice-presidente na quarta (26), acrescentando que o governo não cortará investimentos na polícia “nem agora nem nunca”.

Leia mais: OS R$ 42 MILHÕES DO ADVOGADO DE BOLSONARO
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO