Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Biden agora diz que pode enviar mais militares ao Afeganistão

Presidente dos EUA diz que 'concederá' força adicional se necessário e afirma que 'a América não será intimidada' após ataque que matou ao menos 70 em Cabul
Biden agora diz que pode enviar mais militares ao Afeganistão
Foto: YouTube da Casa Branca, Reprodução

Pela primeira vez desde que anunciou a saída dos EUA do Afeganistão, prevista para a semana que vem, Joe Biden deixou aberta a possibilidade de mandar mais tropas ao país asiático.

O presidente dos EUA discursou na Casa Branca nesta quinta (26), horas depois do atentado nas cercanias do aeroporto de Cabul que matou pelo menos 70 pessoas, entre elas 12 militares americanos. Ele fez um “momento de silêncio” em homenagem aos mortos e declarou que assume “a responsabilidade por fundamentalmente tudo o que aconteceu nos últimos tempos”.

“Se os militares precisarem de força adicional, eu concederei”, afirmou Biden, acrescentando, porém, que os comandantes das Forças Armadas “subscrevem a missão conforme foi planejada” —isto é, saída das tropas americanas do país até 31 de agosto.

O presidente também disse que “a América não será intimidada” e que os EUA responderão ao ataque do Estado Islâmico-K “com força e precisão, no nosso tempo, no lugar que escolhermos e da maneira que quisermos”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO