Biden anuncia retirada de 'anúncios negativos'; campanha de Trump recusa

A campanha de Joe Biden à Casa Branca anunciou nesta sexta (2) a retirada de seus “anúncios negativos”, focados em atacar Donald Trump, depois que o presidente e sua mulher, Melania, foram diagnosticados com Covid-19.

O anúncio do democrata foi feito antes de Trump ser transferido, hoje, para um hospital militar nas proximidades da sede do governo.

Em resposta, Tim Murtaugh, porta-voz da campanha do republicano, disse à CNN que eles não farão a mesma coisa —ou seja, manterão no ar os anúncios de ataque a Biden.

“Joe Biden usou seu discurso em Michigan hoje para atacar repetidamente o presidente, falando de Previdência Social, economia e criação de empregos. Agora ele quer crédito por ser magnânimo?”, indagou o porta-voz.

Leia mais: Combo O Antagonista e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários
TOPO