Biden revoga veto de Trump a militares trans

Biden revoga veto de Trump a militares trans
U.S. Air Force graphic/Staff Sgt. Alexandre Montes

Joe Biden assinou nesta segunda-feira (25) ordem executiva revertendo o veto da Era Trump a militares trans.

“Todos os americanos qualificados a servir às Forças Armadas dos Estados Unidos deveriam ser capazes de servir”, diz o texto.

“É simples: a América é mais segura quando todos os qualificados a servir podem fazê-lo abertamente e com orgulho”, declarou Biden hoje no Twitter.

Em julho de 2017, o então presidente Donald Trump anunciou restrições a pessoas trans para ingressarem nas Forças Armadas. Segundo o New York Times publicou na época, com a decisão Trump encerrou um debate sobre se dinheiro público deveria ser usado para pagar pela transição de gênero e terapia hormonal dos integrantes das Forças.

O anúncio de Trump no Twitter (onde mais?) pegou o próprio governo de surpresa. Foi uma reversão de medida no fim do governo Obama, em 2016, que permitiu aos militares trans servirem abertamente.

A ordem executiva de Biden revoga dois memorandos de Trump, assinados em 2017 e 2018.

O novo texto proíbe qualquer discriminação ou separação nas Forças com base em identidade de gênero.

A proibição da Era Trump tinha poucas exceções. Por exemplo, quem já era abertamente trans pôde continuar servindo abertamente.

Leia mais: O impeachment de Bolsonaro entra na agenda.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO