Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Blinken diz ter 'evidências' de planos da Rússia para invadir a Ucrânia

Secretário de Estado dos EUA ameaçou sanções econômicas caso a agressão se concretize
Blinken diz ter evidências de planos da Rússia para invadir a Ucrânia
Reprodução/SecBlinken/Twitter

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse nesta quarta (1º) que o governo americano viu ‘evidências’ de que a Rússia pode estar planejando uma invasão da Ucrânia. A informação é da AFP.

“Estamos profundamente preocupados com as evidências de que a Rússia fez planos para movimentos agressivos significativos contra a Ucrânia, os planos incluem esforços para desestabilizar a Ucrânia por dentro, bem como operações militares em grande escala”, disse Blinken, depois de encontro dos ministros das relações exteriores de países da Otan em Riga, na Letônia.

Blinken acusou Moscou de reunir “dezenas de milhares” de soldados perto da fronteira.

“Agora, não sabemos se o presidente Putin tomou a decisão de invadir. Sabemos que ele está estabelecendo a capacidade para fazê-lo rapidamente, caso ele decida”, disse o secretário.

“Deixamos claro para o Kremlin que responderemos [a uma invasão] com determinação, inclusive com uma série de medidas econômicas de alto impacto que evitamos usar no passado”, acrescentou.

A Rússia tomou a Crimeia da Ucrânia em 2014, e apoia separatistas na capital Kiev.

Amanhã (2), Blinken tem reunião marcada com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov. O encontro será na Suécia.

Leia maisCarlos França em Moscou

Mais notícias
TOPO