Brasil deve liderar solução para crise na Venezuela, diz secretário dos EUA

Jim Mattis, o secretário de Defesa dos EUA, está no Brasil pela primeira vez. Hoje, ele se reuniu com o chanceler Aloysio Nunes e o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna.

Segundo Silva e Luna, Mattis insistiu em que o Brasil lidere uma solução para a crise provocada pela ditadura de Nicolás Maduro na Venezuela.

“A colocação dos EUA (…) é muito prudente: considera que a solução deve ser liderada pelo Brasil e pergunta sempre como pode ajudar. Trocam-se ideias, maneiras de fazer, como construir uma solução para tirar o país da dificuldade que está passando”, disse o ministro à Folha.

Silva e Luna afirmou ainda que o governo quer firmar logo um acordo de salvaguarda tecnológica com os EUA para poder alugar aos americanos a base de lançamento de foguetes em Alcântara. O Brasil espera obter R$ 5,8 bilhões por ano com esse aluguel.

Mattis vai ao Rio na quarta. Lá, fará um discurso na Escola Superior de Guerra e visitará o Monumento aos Mortos da 2ª Guerra Mundial.                 [

 

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Saída de Maduro e aplicação de um plano econômico semelhante ao Real para eliminar a inflação. Depois, câmbio flutuante, metas inflacionárias e superavit fiscal. E privatização total.

Ler mais 62 comentários
  1. Saída de Maduro e aplicação de um plano econômico semelhante ao Real para eliminar a inflação. Depois, câmbio flutuante, metas inflacionárias e superavit fiscal. E privatização total.

  2. Parece-me que primeiro os EUA deve solucionar a crise brasileira, pois nosso País está à deriva. Depois, recomposto moralmente e com outros dirigentes, é chegada a hora de pensar na Venezuela.

  3. O Brasil quer ajudar a Venezuela. Já está pleiteando a próxima edição do Fórum Social Mundial em Porto Alegre e o convite à Maduro para discursar no Gigantinho já está pronto!

  4. Estar em uma mesma sala com Aloysio Nunes deve ser o mesmo que beber mij0… Obrigado Mattis, pelo estomago e boa vontade… Pedimos desculpas pelo nível baixíssimo de nossas autoridades…

  5. Se for uma “ofensiva” diplomática sob a batuta do defectível chanceler Aloysio, o motorista, colega do outro motorista, o Maduro, o gringo pode esperar sentado. Outro tipo de ofensiva está descartada.

  6. Nossos marionetes não conseguem andar com as próprias pernas, já que Banânia é um puteiro a deriva, como auxiliar outro país independente e com mazelas maiores que as nossas ?

  7. A solução pro nosso povo. Eu vou dá. Negócio bom assim. Ninguém nunca viu. Tá tudo pronto aqui.
    É só vim pegar. A solução é alugar o Brasil!…

  8. Nós não temos obrigação de nada, se esses americanos idiotas e imperialistas querem acabar com o tal “comunismo” na Venezuela, eles que vão em frente e se matem lá. Fuck off USA!

  9. Encontrou-se com o motorista do Marighela para quê? Para a coroação do Rei Maduro I, da Venezinha? Trump o cara está bêbado, muda o nome dele de Gin Mattis, porque com esse comuna não só pode dar Mé

  10. A explosão da plataforma de lançamento e a morte dos cientistas brasileiros que participavam do projeto espacial brasileiro em Alcântara começa a ser clareada. Demorou mais de uma década a verdade…

  11. que os problemas que a Venezuela ta passando é por causa do Foro de São Paulo, Diálogo Interamericano, Pacto de Princeton e Ursal? Ele veio no lugar errado pq estão todos pactuados pela mesma causa.

  12. ELE veio para dizer assim:. SEUS bundas moles, bando de medrosos e covardes o que voces estao fazendo aī que ainda nao chutaram o trazeiro desse vagabundo do maduro??Falta coragem ou vergonha na cara?

  13. Excelente chance para que o Brasil se livre da peça comunista e bolivariana. Se tivermos vergonha e pensarmos no futuro do nosso País esta é a chance de ouro. Temer veja que estamos quebrados.

  14. O comunista sabe que é fácil resolver o problema da Venezuela sob a “liderança” do governo brasileiro. Bastaria fazer o que o PT fez: injetou dinheiro do povo brasileiro salvando a pele do vagabundo.

  15. Avisaram ao Matis que o Chanceler foi motorista de um terrorista? Que foi o nosso governo que inspirou e pagou pela destruição das democracias na América Latrina? Claro que sabe: apenas esperando o ..

  16. Eles não querem intervir diretamente na Venezuela pois sabem que não pegaria bem entre os sul-americanos. Então, ofereceu a parceria. Mas isso teria que envolver os demais países do Mercosul. Sei não.

  17. Essa é a versão oficial. A verdadeira, estamos torcendo para que aconteça. Bolsonaro já! Viva Ibiapina! Viva Ulstra! Viva Pinochet! Viva Caveirinha! Viva Hugo Abreu! Viva Fulgêncio Batista! Viva Óscar

  18. Nem Trump nem Jim Mattis chegaram aonde estão sendo ingênuos. O que ele está fazendo aqui não será noticiado na Globo e nem em mídia alguma. É uma advertência para que o Brasil reavalie o próprio rumo

    1. Perfeito! Esta visita do secretário norteamericano é um marco. Queria ser um mosquito (não da dengue.. rs) para participar das reuniões e ouvir dos estrategistas a versão político-militar dos fatos…

  19. A Venezuela fornece petróleo pra Cuba, que paga com cocaína e fuzis de guerra, que desembocam nas favelas do RJ e SP através das fronteiras abertas. Brasil não vai liderar nada pq é cúmplice!

  20. O Brasil vai resolver o problema da Venezuela?! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  21. ESPERAR PELO BRASIL NA DITADURA NA VENEZUELA??? Sinto muito, mas n’ao há solução fácil com um governo bolivariano. A situação está mais próxima de uma nova Cuba no século XXI. Só Não importar Petróleo

  22. Depois do Celso Amarim, Toc Toc Garcia e agora com o Chofer do Mariguella, o Brasil jamais irá liderar qualquer coisa decente na América do Sul. No máximo, tráfico de cocaína e fuzis de guerra!

  23. Ô dó dos venezuelanos! Se depender do Brasil eles podem até deitar pq d pé e sentados vão cansar d esperar. Além d ter financiado a miséria deles, o Brasil finge q não vê o sofrimento q estão passando