ACESSE

Brasil e mais 6 países manifestam apoio ao presidente do Equador

Telegram

Em um comunicado divulgado hoje pelo Itamaraty, o governo brasileiro manifestou seu apoio ao presidente do Equador, Lenín Moreno, que enfrenta uma série de protestos em função da alta no preço dos combustíveis.

O documento também é assinado por outros seis países: Argentina, Colômbia, Paraguai, Peru, Guatemala e El Salvador.

No texto, o grupo dá “forte apoio às ações empreendidas pelo presidente Lenín Moreno para recuperar a paz, a institucionalidade e a ordem, utilizando os instrumentos concedidos pela Constituição e pela lei”.

Os sete países ainda manifestam “repúdio a qualquer tentativa de desestabilizar os regimes democráticos legitimamente constituídos”.

Sergio Moro já estuda, reservadamente, o melhor momento para deixar o cargo. CONFIRA

Comentários

  • PEDRO -

    Bolsonarro apoiando Lenin

  • Almanakut -

    Operação Condor II: Concluam a "missão" interrompida e deixem que os urubus façam a limpeza contra a "carniça" da América LatRina.

  • Carlos -

    Bolsonaro não resolve os problemas dentro da casa dele vai resolver os problemas de outros países

Ler 20 comentários