Brasileiros receberiam os Koauchi de braços abertos

O Antagonista sugere aos Irmãos Kouachi que peçam um salvo-conduto e embarquem para o Brasil, onde serão recebidos por uma comissão de professores da USP e da Uerj que acham compreensível a carnificina na redação do Charlie Hebdo. Eles poderão até descolar um trabalho através do cartunista Laerte, e fazer amizade com o terrorista italiano Cesare Battisti. O Brasil é uma terra legal para ilegais.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200