ACESSE

"Caia quem cair, temos que saber a verdade", diz presidente do Paraguai sobre Ronaldinho

Telegram

Em entrevista a uma emissora de TV paraguaia, ontem à noite, o presidente Mario Abdo Benítez falou sobre o caso envolvendo Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão Roberto de Assis, que estão presos no país após serem flagrados utilizando passaportes falsos.

De acordo com Benítez, a determinação dada ao ministro do Interior, Euclides Acevedo, foi: “Caia quem cair, temos que saber a verdade”.

O presidente do Paraguai também disse que haverá uma auditoria no órgão público que emite passaportes e cédulas de identidade no país.

Benítez também foi perguntado sobre fotos que circularam nas redes nas quais ele aparece ao lado da empresária Dalia López — ela é suspeita de ter mandado confeccionar os documentos falsos usados por Ronaldinho e Assis.

O presidente paraguaio disse que só viu Dalia uma vez e não tem qualquer relação com a empresária.

Ao contrário do que seus advogados haviam dito, Dalia não se entregou à polícia ontem — há uma ordem de prisão contra ela.

Leia também: A suspeita de um plano de espionagem no Planalto?

Comentários

  • Arnaldo -

    Começando a invejar o vizinho...

  • Edu_Brasil -

    Até a Justiça do Paraguai parece que é melhor do que a "Justiça" brasileira, que consome enormes recursos dos contribuintes. Será só impressão?

  • KRIS -

    A história pregressa de Ronaldinho Gaúcho, já demonstra o tipo de caráter! Portanto, concordo que ele tem de responder pelos seus atos! Coisa que nunca aconteceu aqui na Banania, pois ele virou ce

Ler 15 comentários