Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Independentes levam a melhor na Constituinte chilena; governo sai derrotado

Com mais de 30% dos votos, eles serão maioria entre os legisladores responsáveis por redigir a nova Carta Magna do país
Independentes levam a melhor na Constituinte chilena; governo sai derrotado
Foto: David Lillo/Minsal

Ao conquistarem mais de 30% votos, os candidatos independentes foram considerados os grandes vencedores da eleição para a Assembleia Constituinte chilena.

Realizada neste fim de semana, a votação definiu os 155 legisladores que terão mandato de 2 anos para redigir a nova Carta Magna do país.

Na disputa, o bloco de direita, que apoia o presidente Sebastián Piñera, obteve pouco mais de 20% dos votos. O resultado foi considerado uma derrota para o governo.

Somadas, as listas de esquerda alcançaram 33%Candidatos sem vinculação com a política tradicional conseguiram 31% por cento. Representantes de povos indígenas somaram os outros 11%. O comparecimento às urnas foi de apenas 42,5%.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO