Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carlos Reutemann, ex-piloto de F-1 argentino, morre aos 79

Senador e ex-governador de Santa Fé estava internado desde maio devido a um câncer no fígado; na Fórmula 1, ele venceu 12 corridas e foi vice-campeão em 1981, um ponto atrás de Nelson Piquet
Carlos Reutemann, ex-piloto de F-1 argentino, morre aos 79
Divulgação

Carlos Reutemann, ex-piloto de Fórmula 1 e político argentino, morreu nesta quarta-feira (7) em Santa Fé, aos 79 anos. Ele estava internado desde maio, por complicações ligadas a um câncer no fígado. A morte foi anunciada nas redes sociais por sua filha Cora.

Reutemann, que cumpria seu terceiro mandato como senador, foi governador da província argentina de Santa Fé por dois períodos (1991-1995 e 1999-2003).

Inicialmente filiado ao Partido Justicialista, fez parte da aliança que apoiou Mauricio Macri, rival do peronismo, para a Presidência em 2015. O ex-piloto chegou a ser cogitado para concorrer à Casa Rosada, mas nunca disputou o cargo.

Na Fórmula 1, Reutemann competiu por 11 temporadas, de 1972 a 1982, e venceu 12 GPs. Sua melhor campanha foi em 1981, pela equipe Williams, quando obteve o vice-campeonato, apenas um ponto atrás do brasileiro Nelson Piquet.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....