Celso Amorim “muito preocupado” com intervenção na Venezuela

Celso Amorim, o melhor amigo brasileiro da ditadura iraniana, disse ao Uol que vê “com muita preocupação” o risco de uma intervenção americana na Venezuela.

“O Brasil não pode aceitar um projeto de mudança de regime patrocinado pela maior superpotência, baseado em uma concepção ultrapassada de ‘segurança hemisférica’ ou numa reedição da doutrina de Monroe, objeto de referências laudatórias do primeiro Secretário de Estado norte-americano no governo Trump, Rex Tillerson. Isso não significa isentar de críticas o governo Maduro. Mas uma mudança imposta ou estimulada de fora, inclusive com a ameaça do uso da força – para não falar das outras sanções, que só sacrificam o povo – é ilegítima e inaceitável. Hoje é lá, amanhã pode ser aqui.”

Comentários

  • Marçal -

    Escapamos por um triz de destino semelhante a Venezuela. Graças a Bolsonaro/Forças armadas e o povo brasileiro honesto que pensa e trabalha. Políticos do calibre de Gleise são um enorme risco a na

  • Marcus -

    Na certa esse retardado não está sabendo que os venezuelanos já estão morrendo de fome, e isso não tem nada a ver com sanções dos EUA.

  • João -

    O Brasil se sente enojado por ter um crápula desse aqui nascido, um bandavoou pior que Calabar e Joaquim Silvério dos Reis !

Ler 277 comentários