Charutos no mercado negro

Miguel Díaz-Canel foi “eleito” presidente de Cuba com 99,83% dos votos da Assembleia Nacional.

O 0,17% restante provavelmente estava nos fundos da Assembleia Nacional, vendendo charutos no mercado negro.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Estão vendo como funciona a “democracia” de Cuba? É assim que os socialistas/comunistas gostam, ou seja, unanimidade. E o Lula quando tinha 90% de aprovação pelo DataFalha? Eles amam a unanimidade! Cuba vai continuar sendo um grande porc@ria de onde todo mundo quer fugir. Tão bom que Chico Jabuti, Mano Caetano e toda essa gente não quer morar lá. Acho que conhecem de ouvir falar.

Ler mais 19 comentários
  1. Estão vendo como funciona a “democracia” de Cuba? É assim que os socialistas/comunistas gostam, ou seja, unanimidade. E o Lula quando tinha 90% de aprovação pelo DataFalha? Eles amam a unanimidade! Cuba vai continuar sendo um grande porc@ria de onde todo mundo quer fugir. Tão bom que Chico Jabuti, Mano Caetano e toda essa gente não quer morar lá. Acho que conhecem de ouvir falar.

  2. MEU DEUS, estou estupefacto!!!!!! Isso prova que a eleição eletrônica é mesmo segura, pois mesmo com PAPEL E CANETA, o cara teve 127% dos votos!!!!!! É O EXCESSO DE DEMOCRACIA E LIBERDADE NA CUBA, COM 60 ANOS DE DITADURA COMUNISTA….. rest in peace Havana…..

  3. Renan sugere evocar Lei de Proteção aos Animais para soltar Lula
    Inusitada estratégia já foi usada anteriormente
    Por Pedro Carvalho
    19 abr 2018, 10h32
    Renan Calheiros tem a estratégia para soltar Lula da prisão. A emissários petistas, o senador sugeriu evocar a Lei de Proteção aos Animais para tirá-lo da cadeia.

    É o que fez, por exemplo, o advogado Sobral Pinto ao tirar o comunista Harry Berger das mãos do Estado Novo ao evocar o artigo 14 da tal lei — nenhum animal pode ser posto numa situação que não esteja de acordo com sua natureza.