Chefes militares dos EUA condenam invasão do Capitólio e estão 'prontos' para posse de Biden

Chefes militares dos EUA condenam invasão do Capitólio e estão prontos para posse de Biden
Foto: Jim Garamone/Joint Chiefs of Staff

Os chefes do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos enviaram carta na terça (12) a todos os integrantes das Forças Armadas condenando a invasão do Capitólio e pedindo aos militares “foco na missão”.

A carta é assinada por integrantes de alto escalão do Exército, da Força Aérea, dos Fuzileiros Navais, da Marinha, da Força Espacial e da Guarda Nacional.

“O motim violento em Washington, D.C. em 6 de janeiro de 2021 foi um assalto direto ao Congresso dos EUA, ao prédio do Capitólio, e ao nosso processo constitucional”, diz o memorando.

Reprodução/Joint Chiefs of Staff
“Os direitos à liberdade de expressão e de assembleia não dão a ninguém o direito de recorrer à violência, sedição e insurreição”.

O texto reitera que Joe Biden toma posse em 20 de janeiro.

“Aos nossos homens e mulheres no estrangeiro e em casa, protegendo nosso país – permaneçam prontos, mantenham os olhos no horizonte e permaneçam focados na missão”.

Leia mais: Crusoé também fiscaliza o outro lado do balcão do Judiciário: os advogados.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 46 comentários
TOPO