Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

China preocupada com baixa eficácia de suas vacinas contra Covid

China preocupada com baixa eficácia de suas vacinas contra Covid
Foto: Christiano Antonucci/Secom/MT

A China está preocupada com a baixa eficácia de suas vacinas contra a Covid-19.

A Coronavac é a principal preocupação.

Segundo o Financial Times, Gao Fu, uma das principais autoridades sanitárias chinesas, num post publicado neste sábado e que foi tirado do ar logo depois, disse que os laboratórios “estudam maneiras para solucionar o problema”, misturando doses de diferentes vacinas e alterando o intervalo entre uma dose e outra. Avalia-se também a possibilidade de aumentar a quantidade de doses.

A reportagem cita os dados do Chile, segundo os quais a Coronavac teve uma eficácia de 56,5% duas semanas depois da segunda dose, mas de apenas 3% depois da primeira dose.

O Brasil, que até agora se vacinou sobretudo com a Coronavac, precisa pressionar os chineses a fim de acompanhar esses estudos e, se possível, melhorar a resposta imunitária da vacina.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO