Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cloroquina vai ficar obsoleta até para malária

BioNTech busca desenvolver vacina contra a doença tropical
Cloroquina vai ficar obsoleta até para malária
Foto: Tumisu/Pixabay

A BioNTech, empresa alemã que desenvolveu uma vacina contra a Covid em parceria com a Pfizer, agora busca produzir um imunizante contra a malária.

Em entrevista publicada nesta segunda (26) no Financial Times, o presidente da BioNTech, Ugur Sahin, disse que a meta é produzir uma vacina com 90% de eficácia em até dois anos. Elas seriam vendidas sem lucro para países da África.

Já existe uma vacina aprovada para a malária, a Mosquirix, do grupo britânico GSK, com eficácia de apenas 39% por quatro anos.

A ideia é que a nova vacina contra a malária use a tecnologia de RNA mensageiro (mRNA), a mesma usada nas vacinas da BioNTech/Pfizer e da Moderna contra a Covid.

A cloroquina, remédio que teve Trump e Bolsonaro como garotos-propaganda, foi desenvolvida para tratar malária – e não funciona contra Covid.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO