Congelamento de tarifas na Argentina tem motivação política

Na Crusoé, Duda Teixeira explica a motivação política de Alberto Fernández ao decretar o congelamento das tarifas de telefonia fixa e celular, internet e TV a cabo até o final deste ano.

“Grandes empresas de internet, telefonia e televisão também são importantes produtoras de conteúdo. Em alguns casos, elas entram em confronto direto com o governo”, diz o economista argentino Pablo Besmedrisnik.

Uma delas é o Grupo Clarín, rompido com o kirchnerismo desde 2008.

LEIA AQUI a íntegra da reportagem.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 7 comentários
TOPO