ACESSE

Conselho de Segurança da ONU na mira do governo Bolsonaro

Telegram

A reivindicação por um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU deve voltar ao topo da agenda da política externa no governo de Jair Bolsonaro.

O Antagonista apurou que o tema foi tratado em encontro, hoje à tarde, entre Bolsonaro e o embaixador da Índia no Brasil, Ashok Das.

Participaram da reunião o general Heleno e o ministro extraordinário para a transição, Onyx Lorenzoni. Também falaram de parcerias estratégicas e da próxima reunião do BRICs, em 2019, que será no Brasil.

A questão do assento permanente foi perseguida em vão pelo governo Lula.

A grande imprensa está, é claro, atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Sergio Moro... LEIA AQUI

Comentários

  • Olívia -

    Os EUA não saiu da ONU nas usa a palavras para mostrar ao Mundo o mal que ela representa. Ate pouco tempo nao sabiamos da agenda 2030. ! ao inimigo não se deve dar as costas. Tudo deve ter um motiv

  • Giusti -

    Quem aceita viver em granja é frango.

  • Presidente-XVII -

    Depois dessa se ele marcar posição e transferir a embaixada pra Jerusalém, marcará posição.

Ler 104 comentários