“Continuamos a trabalhar para construir um país livre”

Destituído da presidência da Catalunha, o líder separatista Carles Puigdemont disse na TV neste sábado que “é contra o desejo do povo” catalão a decisão do governo espanhol de depor seu governo, dissolver o parlamento local e passar o comando da região à vice-primeira-ministra do país, Soraya Sáenz de Santamaría.

“Continuamos a trabalhar para construir um país livre e garantir uma sociedade com menos diferenças e mais solidariedade, buscando relações prósperas com todos no mundo, inclusive a Espanha. Numa sociedade democrática são os parlamentos que elegem os seus presidentes.”

Tem cara de maluco e é maluco.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 17 comentários
  1. CATALUNHA EM TRANSE. ESTUPIDEZ NÃO É PRERROGATIVA DO POVO DE BANÂNIA.
    Povo desnorteado mesmo e não é prerrogativa de Banânia, vi na TV e quero comentar uma moça no meio de uma multidão na Catalunha aplaudindo, rindo, entusiasmada a decisão do parlamento catalão pela separação da Espanha, dava a impressão de que todos seus problemas estavam resolvidos, que de agora pra frente só alegria, rios de mel, vinho e cerveja boa, todos felizes. Uma decisão estúpida, inviável que já começou a trazer sérios prejuízos para aquele maravilhoso lugar do mundo, com insegurança, empresas se mudando para Madri. Mesmo que não aconteça uma guerra civil com uma montanha de mortos eles sofrerão muito com essa besteira. Os principais países do mundo, parceiros comerciais da região, a União Européia, ninguém os reconheceria como estado independente. Uma decisão demagógica fomentada por esse seu governante populista que vai pagar caro pela aventura. Nós só podemos nos solidarizar com esse povo, nós que também pagamos muito caro por péssimas escolhas que temos feito ao longo de décadas. Uma tragédia.

  2. Papo furado! Para a população não muda nada! Vão continuar pagando impostos e submetidos aos mesmos problemas atuais. Somente muda para quem quer assumir postos do governo e para a pelegada que sempre está chupinhando o Estado.

  3. Pô, gente, a Europa do “Mundo melhor” não admite que alguém a desafie. O George Soros que o diga. Liberdade, então, nem pensar. Todos no curral já! Catalunha mal educada, como ousas quer se safar da Europa do Rojoy e da Merkell? Queremos que continuem prisioneiros da NOM!! Calados!!

  4. A Catalunha é como a Escócia o país de Gales a Irlanda e o povo Curdo. Eram Nações, foram anexadas em guerras. E suas fronteiras destruídas e ignoradas com o poder esmagador do fogo. Agora em paz, com tempo e sendo outros tempos, EXIGEM A REPARAÇÃO DA NAÇÃO VIOLENTADA.
    Ou os Espanhóis agem como Ingleses ou vão ter mais do que podem ENGOLIR!

  5. É o mesmo discursinho melado e “inocente” usado desde a Revolução Francesa para enfraquecer as nações com democracia e “liberdade, igualdade e fraternidade”.
    🖕🖕🖕🖕🖕🖕🖕🖕🖕

    1. Não é, não. Se fosse, os antagolpistas não estavam contra ele. Ele está entre o centrismo e a social-democracia.

  6. Catalunha LIVRE disse: 28 de outubro de 2017 às 15:12
    A Catalunha sempre foi diferente, mais moderna e MELHOR do que o restante da Espanha. Nada mais justo que deseje a separação.