Coreia do Sul aprova lei para integrantes do BTS adiarem serviço militar

Coreia do Sul aprova lei para integrantes do BTS adiarem serviço militar
Foto: Divulgação/BTS/Facebook

O parlamento da Coreia do Sul aprovou nesta terça (1º) uma lei que vai permitir a artistas mundialmente famosos, como a banda de K-pop BTS, adiarem o serviço militar obrigatório até os 30 anos. A informação é da Reuters.

Todos os homens saudáveis da Coreia do Sul devem cumprir cerca de dois anos de serviço militar entre os 18 e 28 anos de idade, como parte do esforço do país de se proteger da Coreia do Norte.

Estudantes conseguem adiar o alistamento até os 28 anos, e alguns músicos e atletas já conseguiram dispensa.

Nenhum astro de K-pop já foi dispensado do serviço, mas a nova lei permite que artistas indicados pelo ministério da Cultura adiem o alistamento até os 30 anos.

O integrante mais velho do BTS, Jin, tem 27 anos e está se aproximando do limite.

A banda BTS tem sete integrantes e é a que mais vendeu discos na história da Coreia do Sul.

De acordo com a revista Forbes, a BTS é responsável por mais de US$ 4,6 bilhões do PIB da Coreia do Sul.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 5 comentários
TOPO