ACESSE

Covid-19: 95% das crianças da América Latina estão sem aulas

Telegram

Cerca de 95% das crianças da América Latina –154 milhões de pessoas– estão sem aulas por causa da pandemia do novo coronavírus, estima a Unicef.

Em comunicado, a organização informou que quase 90% dos centros educacionais da região voltados para a primeira infância e níveis primário e secundário estão fechados em razão do Covid-19.

“Esta é uma crise educacional sem precedentes na história da América Latina e do Caribe”, afirmou Bernt Aasen, diretor da Unicef para a região. “Há um grande risco que os meninos e meninas fiquem para trás em sua curva de aprendizagem e que os alunos e alunas mais vulneráveis não voltem a comparecer às aulas.”

Aasen disse que a estratégia da Unicef para enfrentar a crise tem sido a campanha #AprendoEmCasa.

“É vital que recorram a todas as ferramentas e canais disponíveis, seja através de rádio, televisão, internet ou celulares, para enfrentar o desafio com um esforço conjunto dos estados, do setor privado, dos pais e dos meninos e meninas.”

Leia também: Coronavírus: o vírus da desglobalização.

Comentários

  • Giselda -

    Isso é recuperável. Difícil é se recuperar do trauma de perder os pais, os avós, os tios ... como está acontecendo na Itália. E de uma maneira tão cruel, sem poder estar com eles nos últimos momentos.

  • MARIA -

    Caos generalizado.

  • CARLOS -

    Aula? pra que? Não precisa basta ser político esquerdista.

Ler 9 comentários