Covid-19: a revolta dos judeus ortodoxos em Nova York

Judeus ortodoxos e outros líderes religiosos estão fulos com o governador de Nova York, Andrew Cuomo, em razão das novas medidas restritivas em razão da pandemia da Covid-19.

As medidas alcançam escolas, negócios e locais de culto.

Ontem à noite, houve protestos no Brooklyn e pelo menos uma pessoa ficou ferida durante os conflitos.

Centenas de judeus, a maioria sem máscaras, reuniram-se após a meia-noite para uma manifestação que terminou em violência.

Leia mais: Bolsonaro, a ala anti-Lava Jato do STF e o Centrão juntos para manter tudo como está
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários
TOPO