ACESSE

Covid-19: alta de casos faz Califórnia voltar a fechar shoppings e academias

Telegram

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, anunciou nesta segunda (13) o fechamento de diversos tipos de estabelecimentos no estado em razão das novas altas nos casos de coronavírus e de internações por Covid-19.

As novas restrições valerão para 30 dos 58 condados californianos, inclusive para aquele em que fica Los Angeles, a segunda maior cidade dos EUA.

Voltarão a fechar no estado americano shoppings, academias, locais de culto (como igrejas), salões de beleza, barbearias e escritórios de serviços considerados não essenciais.

No início de julho, Newsom já havia ordenado que restaurantes e cinemas voltassem a fechar em 19 condados, onde mora mais de 70% da população da Califórnia. Hoje, ele estendeu essa proibição para o estado inteiro.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

  • Rogerio -

    Eh so comparar obitos com a Florida daqui em diante, e teremos um caso-controle. Ai vamos ver qual gestao tomou decisoes acertadas

  • Maria -

    Manda Ivomec pra eles em retribuição à cloroquina. Ah, e água de côco.

  • Richard -

    É o eterno abre e fecha, no estado de NY 84% dos hospitalizados ja estavam cumprindo o isolamento seja em casas de repouso seja em abrigos.

Ler 3 comentários