Covid-19: primeiro-ministro indiano pede para a população não 'baixar a guarda'

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, estendeu a quarentena por mais três semanas, impedindo que mais de 1 bilhão de pessoas deixem suas casas.

Em pronunciamento à nação, ele disse que prorrogar as medidas restritivas, pelo menos, até 3 de maio será necessário para evitar um aumento no número de casos do novo coronavírus.

Modi agradeceu os indianos por seguirem as medidas “como soldados dedicados” e pediu à população que não “baixe a guarda”.

Leia também: O remédio para a pandemia?
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO