ACESSE

Covid-19: União Europeia fecha acordo para adquirir antiviral

Telegram

A União Europeia anunciou nesta quarta-feira que fechou um contrato com a empresa Gilead para adquirir o medicamento antiviral Remdesivir, recomendado para pacientes com sintomas graves da Covid-19.

Segundo o acordo, inicialmente 30 mil pacientes infectados pelo novo coronavírus utilizarão a medicação a partir do mês que vem.

“A Comissão [Europeia] assinou um contrato com a empresa farmacêutica Gilead para garantir doses de tratamento de Velkury, nome comercial do Remdesivir. A partir do início de agosto, remessas do medicamento estarão disponíveis para os estados-membros e para o Reino Unido”, afirmou a porta-voz da entidade, Dana Spinant.

“Essa primeira remessa vai lidar com as necessidades imediatas. Ao mesmo tempo, a comissão também está preparando agora a compra de mais suprimentos desse medicamento, que cobrirão as necessidades adicionais a partir de outubro”, completou.

O valor do contrato é de 63 milhões de euros.

No mês passado, a Agência Europeia de Medicamentos passou a recomendar o uso do Remdesivir para pacientes com Covid-19.

Segundo o órgão, o medicamento pode ser usado no tratamento de pacientes adultos e também de adolescentes a partir de 12 anos que necessitem de auxílio respiratório.

O uso do medicamento para o tratamento de alguns pacientes com Covid-19 já foi aprovado em países como os Estados Unidos e o Japão.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários