Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Covid: OMS faz apelo para que países adiem doses de reforço

Tedros Adhanom defendeu que os governos esperem até o fim de setembro; a ideia é permitir que pelo menos 10% da população de cada país seja imunizada
Covid: OMS faz apelo para que países adiem doses de reforço
Reprodução/OMS/YouTube

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, fez um apelo para que países adiem as doses de reforço de vacinas contra Covid até pelo menos o final de setembro.

O pedido para interromper os reforços de imunizantes contra a doença é o mais forte já feito pela organização. Em coletiva nesta quarta-feira (4), Tedros disse que a ideia é permitir que pelo menos 10% da população de cada país seja imunizada.

“Eu entendo a preocupação de todos os governos em proteger seu povo da variante Delta. Mas não podemos aceitar países que já usaram a maior parte do fornecimento global de vacinas usando ainda mais.”

Segundo a OMS, os países de alta renda administraram cerca de 50 doses para cada 100 pessoas em maio. A organização estima que esse número dobrou desde então. Os países de baixa renda só conseguem administrar 1,5 doses para cada 100 pessoas, devido à falta de abastecimento.

Na última sexta-feira (30), Israel iniciou a campanha para reforçar a imunização de pessoas com mais de 60 anos. No último fim de semana, o Reino Unido anunciou que aplicará a terceira dose em maiores de 50 anos e adultos com baixa imunidade a partir de setembro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO