Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Covid: Paquistão vai cortar sinal de celular de quem recusar vacina

Antes da pandemia do novo coronavírus, país asiático já enfrentava problemas para imunizar população devido à descrença em vacinas como as da pólio, usada com sucesso no mundo todo
Covid: Paquistão vai cortar sinal de celular de quem recusar vacina
Foto: Reprodução, The Economic Times

Autoridades do Paquistão decidiram punir a recusa a receber vacina contra a Covid com o bloqueio do serviço de telefonia celular em duas províncias e a suspensão dos salários de alguns funcionários públicos não vacinados, diz o New York Times.

A justificativa apresentada, segundo o jornal americano, foi a necessidade de enfrentar o ceticismo sobre as vacinas e sobre a campanha de imunização de modo geral. Ainda não há informações sobre quando as medidas entrarão em vigor.

Antes da pandemia, o país do sul da Ásia já enfrentava problemas com a recusa em aceitar vacinas, como a que previne contra a poliomielite. Alguns pais veem o imunizante como parte de uma trama dos EUA para “esterilizar” os filhos. Com isso, o Paquistão é um dos últimos refúgios para o vírus da pólio no mundo.

Hoje, teorias da conspiração sobre as vacinas contra a Covid são disseminadas. O governo paquistanês fixou a meta de imunizar até 65 milhões de pessoas até o fim de 2021, mas vacinou só 3 milhões com duas doses desde fevereiro.

Com 216 milhões de habitantes, o país asiático registra cerca de 22 mil mortes por Covid e quase 1 milhão de infectados.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO