Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Crusoé: Chile ruma para os extremos

Desde 1990, o Chile não vivia dias tão polarizados, em meio ao primeiro turno das eleições presidenciais; as semelhanças com o Brasil são incontornáveis
Crusoé: Chile ruma para os extremos
Reprodução: Redes Sociais

Desde o fim da ditadura de Augusto Pinochet, em 1990, o Chile não vivia dias tão polarizados, diz a Crusoé. Para o primeiro turno das eleições presidenciais, marcado para o próximo domingo (21), o país tem pela primeira vez dois candidatos saídos dos extremos do espectro político à frente nas pesquisas.

As semelhanças com o Brasil são incontornáveis. O candidato na dianteira das pesquisas chilenas é o advogado José Antonio Kast, de 55 anos e membro do Partido Republicanos. Ele tem entre 22% e 36% das intenções de voto. Kast agrada a saudosistas do período militar e a muitas famílias de classe média que pedem um retorno ao passado.”

O ‘contrarrevolucionário’ tem um perfil liberal na economia, algo que Bolsonaro prometeu adotar, mas não cumpriu. No mais, iguala-se ao brasileiro como conservador em questões sociais. Coloca-se contra o aborto e o casamento entre pessoas do mesmo sexo.”

“Gabriel Boric, o mais provável adversário de Kast no segundo turno, tem 35 anos e começou a se destacar nos protestos de jovens em 2011. Nas últimas pesquisas, registrou entre 18% e 30% da preferência dos eleitores. Boric é de uma agrupação de partidos mais radicais que o tradicional Partido Socialista, de Bachelet.”

Leia mais aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....