Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Crusoé: Cuba nunca mais será a mesma

'Os protestos parecem ter iniciado um novo processo que dificilmente será interrompido'
Crusoé: Cuba nunca mais será a mesma
Foto: Reprodução

Diante dos protestos contra o governo cubano, o ditador Miguel Díaz-Canel ordenou, ainda no domingo, seus “comunistas revolucionários” a “enfrentar as provocações com determinação”. A frase soou como a convocação de uma guerra civil, destaca a Crusoé.

Centenas de pessoas foram detidas. Mais de 180 jornalistas e defensores dos direitos humanos desapareceram ou foram presos. Os protestos, no entanto, continuaram e a ditadura ainda tenta conter a revolta dos manifestantes.

“Uma queda do regime cubano teria impacto sobre partidos e governos da América Latina que almejam acabar com a democracia representativa. Encerraria as operações de desestabilização em países com governantes críticos à ilha. ‘Se esse regime desaparecer, não há dúvida de que a democracia sai fortalecida na região’, diz o cubano Pedro Corzo. ‘Essa queda não deve acontecer amanhã, mas os protestos parecem ter iniciado um novo processo que dificilmente será interrompido.’ Em mensagens na internet, os cubanos escreveram a seguinte frase, que de certa forma parece apontar para o futuro: ‘Estávamos com tanta fome que comemos o medo‘.”

Leia mais aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO