"Cuba patrocinou o terrorismo na Venezuela"

Em entrevista à Crusoé, o historiador e analista político Juan Antonio Blanco, diretor-executivo da Fundação para os Direitos Humanos de Cuba, disse que a decisão dos Estados Unidos de incluir Cuba na lista de patrocinadores do terrorismo se baseou em um longo período de coleta de informações sobre as ações da ditadura da ilha.

O que os cubanos sabiam fazer era reprimir a população e fazer operações transnacionais com elementos antiamericanos no mundo todo. Assim, foram os cubanos que apresentaram o Irã, o grupo libanês Hezbollah e os colombianos Farc e ELN para o governo venezuelano. Foi assim que Cuba patrocinou o terrorismo na Venezuela.”

Leia a entrevista completa (aberta para não assinantes) de Antonio Blanco. Assine a Crusoé e apoie o verdadeiro jornalismo independente.

Leia mais: Enquanto dezenas de países do mundo já iniciaram a vacinação contra a Covid-19, o Brasil patina entre duas vacinas.
Mais notícias
TOPO