De Annita boca de x… a Voltaire

Jeannette Bougrab, filha de pai argelino, viúva do chargista Stéphane Charbonnier, capitão do Charlie Hebdo, acaba de dar uma entrevista tocante à BFM TV. Em lágrimas, cena incomum na França, ela disse que o seu companheiro e os colegas mortos pelos terroristas islâmicos deveriam ganhar uma tumba no Panteão, ao lado da de Voltaire, o filósofo e escritor do século XVIII, símbolo da França iluminista. “São heróis da liberdade de pensamento, da laicidade”, disse Jeannette Bougrab. O Antagonista concorda com ela, e transcreve um trecho de Voltaire sobre o fanatismo religioso que matou os chargistas do Charlie Hebdo:

“Uma vez que o fanatismo gangrena um cérebro, a doença é quase incurável. O que responder a um homem que diz a você que prefere obedecer a Deus que aos homens, e tem a certeza de merecer o céu se assassinar você? Habitualmente, são tipinhos que dirigem os fanáticos, e que põem o punhal nas suas mãos; esses tipinhos parecem aquele Velho da Montanha que fazia, diz-se, os imbecis experimentarem o paraíso, e lhes prometia a eternidade desses prazeres dos quais haviam tido o gosto, se assassinassem todos aqueles que ele indicasse.”

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200