De fatwa em fatwa

Salman Rushdie, no Twitter, às 13h08:
– Meu apoio ao Charlie Hebdo, em defesa da arte da sátira, que sempre foi um instrumento poderoso na luta pela liberdade e contra a tirania, a desonestidade e a estupidez.