Deltan e a 'perseguição política' a Rafael Correa

No seu Twitter, Deltan Dallagnol chamou a atenção para uma notícia que classificou de “desdobramento internacional da Lava Jato”.

“O ex-presidente do Equador Rafael Correa foi acusado criminalmente por ter recebido 8 mi de dólares em contribuições ilegais, inclusive da Odebrecht. Adivinhem o que ele alega? Perseguição política”, escreveu o chefe da força-tarefa da operação.

Correa, que atualmente mora na Bélgica, será julgado in absentia no seu país, sob a acusação de corrupção.

Comentários

  • Don -

    Eu só queria que o Deltan explicasse o que faria com os 2,5 bilhões repassados pelo DOJ como reconhecimento do belo trabalho sujo que fez em favor das empresas de petróleo norte americanas.

  • Guilherme -

    Siamês de Luís Inácio.

  • Kalá -

    ... And the Oscar goes to ... ?

Ler 20 comentários