Democracia à la Maduro

O mais antigo jornal da Venezuela, o El Impulso, deixará de circular no próximo sábado, seguindo a trilha funesta de várias outras publicações.

Carlos Eduardo Carmano, diretor do El Impulso, disse que Nicolás Maduro proibiu a venda de papel para os jornais, informa O Globo.

Faça o primeiro comentário