Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Diretor da OMS diz que aplicar dose de reforço agora é "imoral"

Tedros Adhanom defende que as potências mundiais ajudem a promover a vacinação nos países pobres antes de dar início à nova etapa
Diretor da OMS diz que aplicar dose de reforço agora é “imoral”
Reprodução/OMS/YouTube

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, voltou a cobrar nesta terça-feira (12) que os países desenvolvidos se mobilizem para promover a vacinação em países pobres antes de dar início à aplicação de doses de reforço.

A entidade já recomendou a dose adicional para pessoas imunocomprometidas, mas se opõe às terceiras doses no geral.

Segundo Tedros, é impossível acabar com a pandemia ignorando o continente africano.

“Começar a aplicar doses de reforço é realmente o pior que podemos fazer como comunidade global. É injusto e também imoral porque não vamos parar a pandemia ignorando um continente inteiro, e o continente que não tem nenhuma capacidade de fabricação”, disse ele à CNN americana.

Mais notícias
TOPO