Diretor da OMS fala em "fracasso moral catastrófico"

Diretor da OMS fala em “fracasso moral catastrófico”
Reprodução/OMS/YouTube

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, voltou a criticar o que chama de “nacionalismo das vacinas”.

Ele falou em “fracasso moral catastrófico”.

“O preço dessa falha será pago com vidas nos países mais pobres do mundo. Não é certo que adultos mais jovens e saudáveis em países ricos sejam vacinados antes dos profissionais de saúde e idosos em países mais pobres.”

Leia mais: A causa desse desgoverno é política, como mostra a Crusoé desta semana.
Mais notícias
TOPO